Angola-África
Seja Bem-Vindo ao meio de amigos Angolanos e que por aqui queremos recordar e reviver como os membros e amigos.
tudo o que ja viveram, se regsitre e fique a vontade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se.

Kiss a todos.

Angola-África


 
InícioPortalCalendárioFAQRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
twitter Passarinho
Tópicos similares
Últimos assuntos
» Procura-se Angolanos - Ex-colegas - Amigos Infancia - Todos
Qua Jan 04, 2017 3:00 am por Mary1960

» músicas do meu tempo.
Seg Maio 16, 2016 5:29 am por Alexandre Santos

» Namibe Noticias ao vivo
Qui Jun 11, 2015 2:06 am por Alexandre Santos

» Informativos Gerais
Qui Jun 11, 2015 1:59 am por Alexandre Santos

» Malanje Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:16 pm por mariajoaomarques

» Luanda Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:13 pm por mariajoaomarques

» Lubango Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:08 pm por mariajoaomarques

» Huambo Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:06 pm por mariajoaomarques

» Cunene Notícias
Ter Abr 07, 2015 10:02 pm por mariajoaomarques

» Cabinda Noticia da Hora
Ter Abr 07, 2015 9:56 pm por mariajoaomarques

» Benguela Noticias da Hora
Ter Abr 07, 2015 9:46 pm por mariajoaomarques

» noticias Angola em Geral
Ter Abr 07, 2015 9:34 pm por mariajoaomarques

» A verdadeira Páscoa.
Dom Abr 05, 2015 3:32 am por Alexandre Santos

» NATAL !!
Qua Dez 24, 2014 5:14 pm por mariajoaomarques

» Musicas só Angolanas
Dom Out 05, 2014 3:18 pm por Carla Carinhas

» PROCURO FAMILIA MATERNA
Sex Out 03, 2014 9:31 pm por Carla Carinhas

» FALANDO COM DEUS.
Sab Jun 07, 2014 10:07 pm por mariajoaomarques

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:15 pm por Fabioluiz11

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:14 pm por Fabioluiz11

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:09 pm por Fabioluiz11

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:09 pm por Fabioluiz11

» Eventos Culturais e Cultura
Qui Mar 27, 2014 6:44 pm por Alexandre Santos

» Poemas Antonio Ausgusto Aguiar
Sab Dez 28, 2013 5:40 am por Alexandre Santos

» Respostas de Natal
Qui Dez 19, 2013 4:54 pm por Carla Carinhas

» Moda Africana no Brasil
Sab Ago 03, 2013 1:15 am por Lucas Ryman

» Designer Decoração Africana
Sab Jul 27, 2013 5:13 am por Maristela Ibaldo

» compra de tecidos
Sex Jul 19, 2013 2:30 am por Alexandre Santos

» Qua maior valor do mundo e Qual o seu Valor??
Seg Maio 27, 2013 10:23 pm por Alexandre Santos

» VERSOS SOLTOS
Seg Maio 27, 2013 10:13 pm por Alexandre Santos

» fotos impressionantes de 2008
Sex Maio 17, 2013 3:56 pm por mariajoaomarques

Horas e Previsão do Tempo

Aqui o Sapo
Baixar Imagens
Radio Direto Angola
Nova pagina 2

Parcerias e Apoio
Nova pagina 1


Loja Virtual Presentes

UOL HOST hospedagem de sites. Clique e conheça!

Tenha estes produtos em sua mesa.


Rádio Connect Music Box Rádio do Fórum

Campanhas

Compartilhe | 
 

 Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos


Data de inscrição : 11/05/2008
Número de Mensagens : 4487

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qui Set 16, 2010 7:08 pm

Oi Alexandre

Esse engano acabou por te valer um belo passeio... rsrsrs


MUNICÍPIO DE VALPAÇOS




Os primeiros documentos escritos que citam Valpaços, datam do séc. XII.
O próprio topónimo tem uma raiz claramente pré-nacional. A freguesia terá começado por ser um pequeno reduto habitado por nobres e famílias senhoriais, atraídas por um conjunto de privilégios tendentes a povoar uma região tão próxima de Espanha.

O acontecimento mais importante da história de Valpaços deu-se seguramente em meados do séc. XIX. Em 16 de Novembro de 1846, durante a Guerra da Patuleia, aqui se defrontaram as tropas rivais. O movimento que começara de forma espontânea e por ter características eminentemente populares, adquiriu proporções políticas. Cerca de duas dezenas de mortos marcaram a passagem por Valpaços de uma batalha que depois prosseguiu por terras de Murça.
Segundo a lenda, participou na refrega o famoso Zé do Telhado, que inclusivamente teria salvo a vida ao visconde de Sá da Bandeira, ele que até fora lanceiro da rainha antes de se tornar salteador!



O património edificado desta freguesia justifica bem a sua importância actual e os pergaminhos do passado. Acima de tudo, a Igreja Paroquial. Da arquitectura civil, uma referência para os Paços do concelho e ainda para os solares da vila, dos quais o mais antigo é o dos Morgados.
Valpaços foi elevada a Vila em 1861, através de decreto real de 27 de Março, assinado por D. Pedro V, tendo ascendido a cidade no dia 13 de Maio de 1999.

(retirado da net)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Data de inscrição : 13/03/2008
Número de Mensagens : 4316

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qui Set 16, 2010 8:00 pm

Tina:

Tem coisas que nôs não conseguimos ver e saber , quando apenas visitamos um lugar. Aqui com a tua postagem estou a conhecer bem melhor a história de Valpaços.
Então, os conhecidos "Zé dos telhados" em Angola, já tinham um mentor que foi famoso em 1.846 rssss .

Bjs,

Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qui Set 16, 2010 11:49 pm

Oi Alexandre

Considerando o teu comentário, vou deixar aqui uma informaçãozinha sobre o "famoso" Zé do Telhado, o Robin Hood português...


ZÉ DO TELHADO



Zé do Telhado alcunha de José Teixeira da Silva, nasceu a 22 de Junho de 1818 na Aldeia de Castelões, comarca de Penafiel.
Foi um famoso salteador Português do século dezanove e era chefe da quadrilha mais famosa do Marão. É conhecido por "roubar aos ricos para dar aos pobres" e por isso muitos consideram-no como o Robin Hood português.
No dia 3 de Fevereiro de 1845 casou-se com sua prima Anna Lentina de Campos.
Zé do Telhado foi apanhado pelas autoridades em 31 de Março de 1859 quando tentava fugir para o Brasil, e preso na Cadeia da Relação , onde conhece Camilo Castelo Branco.
Em 27 de Abril de 1861 foi condenado ao degredo, em África.

José Teixeira da Silva desembarcou em Luanda, seguindo para Malange, onde viveu cerca de um ano.
Palmilhou cada légua das terras da Lunda. Fez-se negociante de borracha, cera e marfim. Casou-se com uma angolana, Conceição, de quem teve três filhos. Cresceu-lhe a barba, até ao umbigo.

Era, para os angolanos, o “quimuêzo” – homem de barbas grandes.
Sepultado na aldeia de Xissa, a meia centena de quilómetros de Malange, o povo ergueu-lhe um mausoléu.
Hoje, fazem-se romagens à campa do mito.

(retirado da net)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 58
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Sex Set 17, 2010 6:52 am

Tina:

Gostei da história, do Zé Do Telhado, que teve a honra de conhecer Camilo Castelo Branco !!!
Não era um salteador qualquer rssss .

Bjs

Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Sex Set 17, 2010 10:30 pm

Oi Alexandre

A modos de complemento, deixo aqui um vídeo bastante elucidativo de quem terá sido José (Zé) do Telhado (José teixeira da Silva)


Investigação sobre "José do Telhado"


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 58
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Dom Set 19, 2010 2:01 am

Tina:

Afinal o Zé do Telhado, não era simplesmente um reles assaltante !! E pelo que entendi, o apelido,chegou porque a casa dele era coberta de telhas !!! E eu a pensar que esse apelido seria pela forma dele fazer o assalto: entrar pelos telhados rssssss .

Gostei, de saber da história.


Bjs,

Voltar ao Topo Ir em baixo
CastelaSimões
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Porto
Data de inscrição : 17/05/2008
Masculino
Número de Mensagens : 818
Idade : 70
Humor : q.b.

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Ter Set 21, 2010 6:25 pm


Túmulo de "Zé do Telhado" em Malange


Ruínas da casa onde viveu Zé do Telhado (Penafiel)

(fotos actuais)


Oi Amigos Tina e Alexandre,

Gostei do "Zé do Telhado"...
Venho só dizer que o nome ZÉ "do TELHADO" não advém da sua casa ser
de telha ou não, mas sim por ter nascido no "lugar do Telhado", Castelões, Penafiel
conforme extrato do Blog "VALE do SOUSA":

...José Teixeira da Silva nasceu no lugar do Telhado, de Castelões de Recezinhos, em 22 de Junho de 1818. Ficou célebre na história de Portugal como Zé do Telhado, um herói que se tornou vilão. Foi um valoroso combatente militar e um controverso salteador. Enquanto militar, há registos e relatos da sua valentia, tendo sido condecorado com a medalha de Torre e Espada, por actos heróicos nas hostes de Sá da Bandeira, do Duque de Setúbal e na revolta da Maria da Fonte, sempre pelos liberais, contra os absolutistas.
As ligações de Zé do Telhado a Lousada remontam à infância e ao seu matrimónio. Casou com sua prima, Ana de Campos Lentine, que morava no lugar de Sobreira, da freguesia de Caíde de Rei, que na altura fazia parte (tal como Castelões de Recezinhos) do antigo concelho de Santa Cruz de Riba Tâmega, que tinha sede em Vila Meã.
Ana era filha de uma tia de Zé do Telhado e de um antigo soldado francês que por cá terá ficado aquando das invasões napoleónicas nos começos do século XIX.

......

(Fonte do texto - Blog Vale do Sousa)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qua Set 22, 2010 6:54 pm

Oi CastelaSimões

Valeu a pesquisa!...
Essa parte estava guardada para ti... eheh
Obrigada pelo complemento!...


Bjs.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Sex Set 24, 2010 7:22 pm

Sabrosa

Brasão da Vila



Sabrosa é uma vila portuguesa no Distrito de Vila Real, Região Norte e sub-região do Douro, com cerca de 1 200 habitantes.
É sede de um município com 156,45 km² de área e 7 032 habitantes (2001), subdividido em 15 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Vila Pouca de Aguiar, a leste por Alijó, a sueste por São João da Pesqueira, a sul por Tabuaço e Armamar e a oeste pelo Peso da Régua e por Vila Real. Foi criado em 1836 por desmembramento de Vila Real.

Pelourinho da Vila



(Retirado da net)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Carla Carinhas
Membros - Adm
Membros - Adm
avatar

Pais Residente :
Localização : Brasil - Paraná - Curitiba
Data de inscrição : 25/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 6397
Idade : 52
Humor : Sempre Alegre

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Sab Set 25, 2010 7:05 pm

Olá a todos!

Ajudando as pesqueisas.
Sabrosa, Vila Real, Portugal







kiss a todos

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.connectmusicbox.com/
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 58
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Dom Set 26, 2010 1:46 am

Castella:

Obrigado pelo esclarecimento sobre o "Zé Do Telhado".
Um abraço,
Voltar ao Topo Ir em baixo
CastelaSimões
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Porto
Data de inscrição : 17/05/2008
Masculino
Número de Mensagens : 818
Idade : 70
Humor : q.b.

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Ter Set 28, 2010 7:11 pm

Alexandre,

Sempre ás ordens, e pesquisando para manter o pessoal informado sobre
este "País á beira mar plantado"..... eheh

Um Grande abraço

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
CastelaSimões
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Porto
Data de inscrição : 17/05/2008
Masculino
Número de Mensagens : 818
Idade : 70
Humor : q.b.

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Ter Set 28, 2010 7:15 pm

Agora um pouco sobre SABROSA (Concelho)

Mamoa de Madorras

A mamoa I de Madorras é uma sepultura pré-histórica construída
há cerca de 6000 anos. Fica situada no sítio de Madorras (Arcã) na freguesia
de S. Lourenço de Ribapinhão (Concelho de Sabrosa).
A mamoa têm cerca de 30 metros de diâmetro e cerca de 2 metros
de altura máxima. A mamoa foi descoberta em 1912 por Albino Lopo
e foi escavada pela primeira vez entre 1983-1988

A Mamoa 1 de Madorras destaca-se pela sua monumentalidade e estado de conservação
e por essa razão, aí se realizaram algumas intervenções científicas sob a coordenação de
António Huet de Bacelar Gonçalves e de Domingos de Jesus da Cruz, as quais proporcionaram resultados inovadores e de extrema importância para o conhecimento das comunidades que, há cerca de 6 000 anos, construíram esta imponente sepultura e habitaram a região.
(Adaptação do texto de Luís Filipe Coutinho Gomes, na brochura "Um Olhar Sobre o Passado" da Câmara Municipal de Sabrosa)



(fotos Valentim Coelho tiradas da net)


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qua Out 06, 2010 11:17 pm

Santa Marta de Penaguião

Brasão da vila



Santa Marta de Penaguião é uma vila portuguesa no Distrito de Vila Real, Região Norte e sub-região do Douro, com cerca de 1 300 habitantes.

A vila-sede de município é constituída pela freguesia de São Miguel de Lobrigos.

É sede de um pequeno município com 69,98 km² de área e 8 569 habitantes (2001), subdividido em 10 freguesias. O município é limitado a norte e leste pelo município de Vila Real, a sul pelo Peso da Régua e a oeste por Amarante.

(retirado da net)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qua Out 06, 2010 11:21 pm

Feira Medieval em Santa Marta de Penaguião




_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
CastelaSimões
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Porto
Data de inscrição : 17/05/2008
Masculino
Número de Mensagens : 818
Idade : 70
Humor : q.b.

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qui Out 07, 2010 12:00 am

Um Pouco de História de
SANTA MARTA de PENAGUIÃO

O Concelho de Santa Marta de Penaguião é o prolongamento temporal das Terras de Penaguião, espécie de diviso administrativa que na baixa idade média (sécs. XI -XIV) compreendia o território existente entre-os-rios Douro e Corgo, a Serra do Marão e as Terras de Panóias (Vila Real). Compreendia assim a área actual do concelho de Santa Marta de Penaguião e parte significativa dos concelhos de Peso da Régua e Vila Real.

No reinado de D. Afonso Henriques era governador destas terras D. Moço Viegas, filho de D. Egas Moniz.

D. Sancho I concede foral a Santa Marta em 1202, e D. Manuel I vem em 15 de Dezembro de 1519 a conceder nova Carta de Foral a Penaguião.


A 10 de Setembro de 1756, no reinado de D. José, é criada a Companhia Geral de Agricultura das Vinhas do Alto Douro, por grande influência de um filho de Santa Marta, Frei João de Mansilha, junto do Marques de Pombal.


A LENDA

Uma lenda é sempre uma lenda. Umas vezes, com algum fundamento histórico, outras vezes, nem por isso. Sobretudo as que pretendem explicar a origem de certos topónimos, ou localidades, eivadas de graciosa ingenuidade popular. E, por isso, curiosa, como a tão divulgada lenda de Santa Marta, que pretende fundamentar a nascença da localidade do mesmo nome.

...Certo e desconhecido cavaleiro francês, um tal Conde de Guillon que andou por estas terras, mandou queimar a capela de Santa Marta. Consumado o acto sacrílego, a Santa apareceu-lhe ditando o castigo: que plantasse uma vinha, e cuidasse dela. Arrependido e humilhado, nem quis ver a aparição e, curvado, tapou os olhos com as mãos, mas ao descobri-los, tinha a seus pés um corvo, ave profética e sagrada, de acordo com crenças antigas, símbolo do mau agoiro que pressente a morte com o seu grasnar.
O contrito conde cumpriu a dura penitência, e ficou cheio de alegria na hora da vindima, porque nunca tinha produzido nada na vida. Lembrou-se então de oferecer à Santa as uvas, fruto do seu suor, e em vez de um corvo, apareceram-lhe pombas brancas e um cordeiro, símbolos da pureza e da reconciliação. Estava perdoado. E, desde então, a localidade começou a ter o nome: Santa Marta de Pena Guillon. Que, segundo a tradução (e tradição) popular quer dizer "Santa Marta de Pena (castigo) Guillon" (traduzido para Guião)...


(fonte: Portal do Municipio)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 58
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Seg Out 11, 2010 3:21 am

Amigos Tina e Castella:

Sem magoar ninguém, que essa não é a minha intenção, gostaria de dizer que eu pessoalmente gosto muito da forma que vocês apresentam aqui as regiões de Portugal. Uma maneira simples para quem visita o tópico e com uma seqüencia espetacular . Gosto muito . Muito obrigado pelo carinho que vocês têm ao fazer as postagens, depois de muitas horas pesquisando. Não sei fazer o vosso trabalho, mas sei quando um trabalho é muito bem feito rssssss .

Abraços,

Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Seg Out 11, 2010 7:31 pm

Oi Alexandre

Vai-se fazendo o que se pode... eheh
Bjs.

Curiosidade...

Reportagem do Jornal da Tarde (RTP1) sobre o ritual pagão de celebração do Solstício de Verão que ocorre todos os anos no ponto mais alto da Serra do Marão (Sra da Serra), pertencente ao concelho de Santa Marta de Penaguião.



_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Ter Out 19, 2010 7:12 pm

Armamar

Brasão da Vila



Armamar é uma vila portuguesa no Distrito de Viseu, Região Norte e subregião do Douro, com cerca de 1 200 habitantes.
É sede de um município com 112,24 km² de área e 7 492 habitantes (2006) [1], subdividido em 19 freguesias. O município é limitado a norte pelo município do Peso da Régua, a nordeste por Sabrosa, a leste por Tabuaço, a sueste por Moimenta da Beira, a sudoeste por Tarouca e a oeste por Lamego.

Igreja de Armamar



(retirado das net)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Ter Out 19, 2010 7:26 pm

Armamar - Entrudo Tradicional




_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 58
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qui Out 21, 2010 4:14 am

Tina :

Estas coisas populares são lindas, eu gosto muito.

Bjs,
Voltar ao Topo Ir em baixo
CastelaSimões
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Porto
Data de inscrição : 17/05/2008
Masculino
Número de Mensagens : 818
Idade : 70
Humor : q.b.

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qui Out 21, 2010 6:35 pm

ARMAMAR

O topónimo Armamar é anterior à Nacionalidade, parecendo tratar-se de um genitivo do nome pessoal "Ermamarus", ou seja, "villa de Ermamari" que alguns autores apontam como o fundador ou repovoador da vila rural de que proveio a actual povoação. Em diversos documentos aparece com grafia diferente, como é o caso de "Hermamar" ou "Ermamar".

A vila de Armamar foi cabeça de um condado, extinto logo no início da guerra da restauração, em consequência da condenação à morte do jovem Conde Rui de Noronha, envolvido na conspiração urdida pelo Arcebispo de Braga, D. Sebastião de Noronha, seu tio, pelo Duque de Caminha e pelo Marquês de Vila Real contra o novo rei D. João IV. O Conde de Armamar que contava com 24 anos, foi degolado juntamente com os restantes conjurados, em 29 de Agosto de 1641, na Praça do Rossio em Lisboa.

(fonte: site_portugal.veraki)


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Ter Nov 02, 2010 8:28 pm

Vinhais

Brasão da Vila



Vinhais é uma vila portuguesa, pertencente ao Distrito de Bragança, Região Norte e subregião do Alto Trás-os-Montes, com cerca de 2 300 habitantes.

É sede de um município com 694,68 km² de área e 10 646 habitantes (2001), subdividido em 35 freguesias. O município é limitado a norte e oeste pela Espanha, a leste pelo município de Bragança, a sul por Macedo de Cavaleiros e Mirandela e a oeste por Valpaços e Chaves .

Está localizada no extremo norte de Portugal, numa zona plana, na margem esquerda do ribeiro das Trutas, rodeada de outeiros e com a bonita Serra da Coroa a envolvê-la.

Esta é uma região com vestígios arqueológicos de antiga ocupação humana, onde se podem encontrar inscrições e gravuras rupestres e vários Castros.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

(retirado da net)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
CastelaSimões
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Porto
Data de inscrição : 17/05/2008
Masculino
Número de Mensagens : 818
Idade : 70
Humor : q.b.

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Qua Nov 03, 2010 12:14 am

VINHAIS - Um pouco de História


Vinhais foi, primitivamente, um castro de povoamento lusitano, transformado pelos romanos em castro luso-romano, com a sua fortaleza (oppidum). Certamente, os suevos ou os visigodos cercaram a localidade de muralhas e, com a expulsão dos muçulmanos, Vinhais ficou arrasada, tendo sido repovoada na época da dominação dos reis de Castela e Leão (D. Sancho II e D. Afonso VI). Este repovoamento foi continuado pelos primeiros reis portugueses, nomeadamente com D. Afonso Henriques, D. Sancho I (O Povoador), D. Afonso II e D. Sancho II.

Pensa-se que a primeira povoação de Vinhais foi construída num outeiro, próximo da margem direita do Rio Tuela, mais a norte do sítio actual, ou no monte da Vidueira, ou, ainda, no monte Ciradela ou Ciradelha, na Serra da Coroa. Estas suposições justificam-se pelo aparecimento de moedas romanas, vestígios de edificações da antiga cidade romana de Veniatia e da estrada militar romana que ligava Braga a Astorga (Asturica Augusti).

“O chão desta vila e desta paróquia foi ocupado desde tempos remotíssimos, como se infere da lenda ou história da igreja de S. Facundo, que a tradição diz ter sido fundada no tempo dos Godos. (...) Também por aqui se demoraram os Romanos, pois ao norte da vila, no monte da Vidueira, se encontraram em 1872 muitas moedas romanas bem conservadas (...)”.

Perto de Vinhais foi encontrada uma lápide com a seguinte inscrição: JOVI / O.M. / LOVIIS / IAIIX / VOTO / LAP (Lovesia dedicou por voto e com generoso ânimo ao grande Júpiter).

Em meados do século XIII surgiu, pela primeira vez, a referência a Vinhais, num documento de doação ao mosteiro leonês de São Martinho da Castanheira: “in villa que vocitant Villar de Ossus in territorio Vinales”. Nesta época, Vinhais não era um topónimo, mas sim um coronómio, visto que designava uma região, um território e não um lugar determinado.









(fonte - Site da freguesia de Vinhais)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Dom Nov 14, 2010 3:00 pm

Mondim de Basto

Brasão da vila



Mondim de Basto é um município português pertencente ao Distrito de Vila Real, região Norte e sub-região do Ave, com cerca de 9000 habitantes.

É um município com 171,87 km² de área, subdividido em 8 freguesias. O município é limitado a nordeste pelo município de Ribeira de Pena, a sueste por Vila Real, a sudoeste por Amarante, a oeste por Celorico de Basto e a noroeste por Cabeceiras de Basto.

Vila e sede de concelho, Mondim de Basto repousa numa chã fértil na margem esquerda do rio Tâmega e no sopé da grandiosa pirâmide verde do Monte Farinha, coroado pela ermida da Senhora da Graça.

Duas imagens da Vila





(retirado da net)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Maria Ernestina Carvalho
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal
Data de inscrição : 11/05/2008
Feminino
Número de Mensagens : 4487
Idade : 67

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Dom Nov 14, 2010 3:03 pm

Mondim de Basto - Portugal






_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
CastelaSimões
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Pais Residente :
Localização : Porto
Data de inscrição : 17/05/2008
Masculino
Número de Mensagens : 818
Idade : 70
Humor : q.b.

MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   Seg Nov 15, 2010 7:56 pm

Mondim de Basto
(Um pouco de História)

Os montes próximos albergam ainda vestígios de povoações e construções de povos anteriores à romanização da Península. Por exemplo, no cerro do Monte Farinha há ainda menções e restos no local que testemunham a existência de três castros. Também próximo do lugar de campos se pode encontrar o castro do Castroeiro, onde o aroma e névoas dos tempos pré – históricos se podem ainda vislumbrar nos desenhos das construções definidos pelas pedras que teimam em servir de testemunhos das mãos que as colocaram em ordem construtiva. Mas o centro da vida politica e militar dos povos dessas épocas centrava-se no castro localizado no monte de Palhaços, sendo o de Castroeiro um posto avançado dependente deste.

Da lenda faz parte a crença de que os Gregos e os Assírios teriam posto o pé na região de Mondim, facto, contudo, por comprovar, atendendo a falta de vestígios. Dada mais como certa é a chegada e presença dos Romanos, ainda no século II a C. com o cônsul Décio Junio Bruto a frente das suas legiões, vencendo a resistência oposta pelas tribos montanhesas, nomeadamente a dos Tamecanos, que se alojaram na celebre cidade de Cinínia, no alto do monte agora crismado pelo santuário da senhora da Graça. Incapazes de afastar o génio militar dos Romanos, estes povos acabaram por ser romanizados, beneficiando das melhorias técnicas introduzidas pelos homens do Império Romano. Melhor organização e exploração agrícola, construção de estradas e pontes, exploração de minas, técnicas de fabrico de novos materiais foram as mudanças implementadas. De todas estas inovações sobraram ecos para a nossa memória, como os vestígios de estrada em Pedravedra ou a ponte de Vilar de Viando, ou ainda a indústria de tijoleiras em Carrazedo.

Desaparecido o Império sob as hordas dos invasores bárbaros, parte deles de origem germânica, também na Península Suevos e Visigodos assentaram arraiais, de cuja presença, contudo, não ficou marca em Mondim. Os árabes sucederam – se na marcha da histoória da Península, mas nesta região apenas as lendas e histórias falam ainda de tesouros escondidos e mouras encantadas.

Assim, Mondim de Basto ressurgiria novamente nos anais após o nascimento de Portugal, a partir das convulsões da Reconquista Crista dos territórios árabes. Seria, pois, o segundo rei a reconhecer a importância das gentes deste povoado, conhecendo – lhes o seu foral, garantia de direitos e obrigações dos moradores, foral esse que seria confirmado por D. Manuel I, em 1514.


(fonte: portal Freguesia de Mondim de Basto)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Região Norte: Trás-os-Montes, Minho e Douro
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 6 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Aeronorte - Empr. De Transp. Aéreos Norte do Brasil
» Acampamento e Fim de Semana c/ o MTP 7 e 8 JULHO
» Procuro pin Tuna Universitária do Minho
» Malta do Norte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Angola-África :: LUSOFONIA :: Lusofonia - Portugal :: Região Norte-
Ir para: