Angola-África
Seja Bem-Vindo ao meio de amigos Angolanos e que por aqui queremos recordar e reviver como os membros e amigos.
tudo o que ja viveram, se regsitre e fique a vontade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se.

Kiss a todos.

Angola-África


 
InícioPortalCalendárioFAQRegistrar-seLogin
Login
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
twitter Passarinho
Tópicos similares
Últimos assuntos
» músicas do meu tempo.
Seg Maio 16, 2016 5:29 am por Alexandre Santos

» Namibe Noticias ao vivo
Qui Jun 11, 2015 2:06 am por Alexandre Santos

» Informativos Gerais
Qui Jun 11, 2015 1:59 am por Alexandre Santos

» Malanje Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:16 pm por mariajoaomarques

» Luanda Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:13 pm por mariajoaomarques

» Lubango Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:08 pm por mariajoaomarques

» Huambo Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:06 pm por mariajoaomarques

» Cunene Notícias
Ter Abr 07, 2015 10:02 pm por mariajoaomarques

» Cabinda Noticia da Hora
Ter Abr 07, 2015 9:56 pm por mariajoaomarques

» Benguela Noticias da Hora
Ter Abr 07, 2015 9:46 pm por mariajoaomarques

» noticias Angola em Geral
Ter Abr 07, 2015 9:34 pm por mariajoaomarques

» A verdadeira Páscoa.
Dom Abr 05, 2015 3:32 am por Alexandre Santos

» NATAL !!
Qua Dez 24, 2014 5:14 pm por mariajoaomarques

» Musicas só Angolanas
Dom Out 05, 2014 3:18 pm por Carla Carinhas

» PROCURO FAMILIA MATERNA
Sex Out 03, 2014 9:31 pm por Carla Carinhas

» FALANDO COM DEUS.
Sab Jun 07, 2014 10:07 pm por mariajoaomarques

» Procura-se Angolanos - Ex-colegas - Amigos Infancia - Todos
Ter Jun 03, 2014 1:50 am por Shelcea Correa

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:15 pm por Fabioluiz11

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:14 pm por Fabioluiz11

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:09 pm por Fabioluiz11

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:09 pm por Fabioluiz11

» Eventos Culturais e Cultura
Qui Mar 27, 2014 6:44 pm por Alexandre Santos

» Poemas Antonio Ausgusto Aguiar
Sab Dez 28, 2013 5:40 am por Alexandre Santos

» Respostas de Natal
Qui Dez 19, 2013 4:54 pm por Carla Carinhas

» Moda Africana no Brasil
Sab Ago 03, 2013 1:15 am por Lucas Ryman

» Designer Decoração Africana
Sab Jul 27, 2013 5:13 am por Maristela Ibaldo

» compra de tecidos
Sex Jul 19, 2013 2:30 am por Alexandre Santos

» Qua maior valor do mundo e Qual o seu Valor??
Seg Maio 27, 2013 10:23 pm por Alexandre Santos

» VERSOS SOLTOS
Seg Maio 27, 2013 10:13 pm por Alexandre Santos

» fotos impressionantes de 2008
Sex Maio 17, 2013 3:56 pm por mariajoaomarques

Horas e Previsão do Tempo

Aqui o Sapo
Baixar Imagens
Radio Direto Angola
Nova pagina 2

Parcerias e Apoio
Nova pagina 1


Loja Virtual Presentes

UOL HOST hospedagem de sites. Clique e conheça!

Tenha estes produtos em sua mesa.


Rádio Connect Music Box Rádio do Fórum

Campanhas

Compartilhe | 
 

 noticias de saude em angola

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Data de inscrição : 04/08/2008
Número de Mensagens : 3701

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Qua Jun 24, 2009 5:27 am

Moxico
Hospital regista aumento de doentes no Banco de Urgência

Image Hosted by ImageShack.us



Luena - Seiscentos e 13 casos de diversos diagnósticos, resultantes em sete mortes, foram assistidos em uma semana, no banco de urgência do Hospital Provincial do Moxico, mais 56 em relação ao período anterior.

A informação foi avançada hoje, terça-feira, pela chefe do banco de urgência, Margarida Rosa Luciana, que disse terem registado um aumento de dois mortos.

Explicou que as mortes foram provocadas por infecções respiratórias, doenças diarreicas agudas, queimaduras, paludismo e trauma por acidentes rodoviários.

Margarida Rosa acrescentou que 498 outros pacientes tiveram altas por melhorias, enquanto que 107 outros internaram na pediatria, medicina, cirurgia, ortopedia e um abandonou o hospital para o tratamento tradicional.

As doenças diarreicas agudas foram apontadas como as mais frequentes entre as crianças, seguida pela malária, crise hipertensivas, doenças respiratórias e ferimentos por acidentes de viação.

Na semana anterior, a secção do Banco de Urgência do Hospital provincial do Moxico havia assistido 669 pacientes com diversas patologias que resultaram em quatro óbitos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Data de inscrição : 04/08/2008
Número de Mensagens : 3701

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Qui Jun 25, 2009 6:06 am

Saúde
Algumas mortes maternas são provocados por abortos feitos fora dos hospitais


Luanda – O chefe da secção municipal da Saúde do Cazenga, Zola Messo, disse hoje (quarta-feira), em Luanda, que a principal causa das mortes maternas são os partos e abortos feitos fora das unidades hospitalares.

De acordo com o responsável, a existência e a procura de postos médicos ilegais por gestantes tem provocado os abortos mal feitos.

Zola Messo aconselhou as mulheres, a procurarem os serviços médicos oficiais para as consultas pré-natais e de rotina, porque nas ilegais as consequências são inúmeras, resultando muitas vezes na sua esterilidade.

Assegurou estarem a realizar palestras de sensibilização nas unidades sanitárias e mercados para desencorajar a realização de partos fora dos centros médicos, visando diminuir as mortes maternas.

De acordo com Zola Messo, é necessário educar as mulheres a realizarem as consultas pré-natais e consequentemente serem imunizadas e protegidas das doenças de origem viral.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Qui Jun 25, 2009 6:06 am

Saúde
Responsável aconselha população a aderir as consultas de rotina


Luanda – O chefe de repartição municipal da Saúde do Cazenga, Zola Messo, aconselhou hoje (quarta-feira), em Luanda, a população a aderirem as consultas de rotina e a terem cultura de educação sanitária por formas a se evitarem várias enfermidades.

Em declarações à Angop, o responsável lembrou que os cidadãos só aparecem nos hospitais quando estão doentes, e muitas vezes em estado critico.

Zola Messo frisou que as consultas de prevenção são benéficas, porque o corpo clínico pode prevenir o paciente sobre eventuais doenças que possam surgir.

Aconselhou igualmente a população, a ter cultura sanitária, primando pelo cuidados primários de saúde, para se evitar a incubação da doença.

“As pessoas não devem procurar somente os serviços de saúde quando estão doentes, devem sim fazer consultas de rotina", frisou.

Fez saber que as autoridades sanitárias realizam desde o princípio deste mês (Junho) campanhas de sensibilização as residências, escolas, mercados e centros de saúde, no sentido de convidarem as pessoas a aderirem as consultas de rotina, desinfectarem a água antes de ser consumida, eliminarem as águas paradas e combaterem o lixo.

Chamou a atenção dos professores, enquanto parceiros privilegiado do Ministério da Saúde, para ajudarem o sector na transmissão de conhecimentos aos alunos sobre os principais cuidados e causas do aparecimento de doenças como as diarreias agudas, paludismo, tosses, cólera e outras endemias.

Para a efectivação destas campanhas, a secção da saúde conta ainda com a colaboração de activistas comunitários, que efectuam visitas as residências e aconselham a população sobre os cuidados a terem para se evitar doenças.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Qui Jun 25, 2009 6:07 am

Saúde
Ministério quer melhorias nos hospitais públicos

Image Hosted by ImageShack.us


Luanda – O Ministério da Saúde comprometeu-se hoje, quarta-feira, em Luanda, a trabalhar para a redução das queixas que os pacientes apresentam contra os hospitais públicos, elevando a qualidade de serviço dos seus profissionais, informou hoje, quarta-feira, o vice-ministro Alberto Masseka.

Falando na cerimonia de abertura do 3º Encontro Científico do Hospital Josina Machel, o dirigente reconheceu que têm registado reclamações, sobretudo no tocante ao atendimento, falta de comunicação entre médico, enfermeiro e família do paciente", o que "quebra os princípios da ética e deontologia profissional".

"Temos estado a trabalhar com as associações socioprofissionais do sector, no sentido de sabermos o que está na base desta situação, que ocorre no dia-a-dia, nos nossos hospitais", expressou Alberto Masseka.

Por isso, disse ser necessária uma investigação profunda sobre esta questão, por forma a saberem ao certo quais os problemas por que passam os profissionais de Saúde, sobretudo aqueles que atendem pacientes com menos delicadeza.

"É necessário que cada profissional assuma a sua responsabilidade na sua relação com o paciente e seu familiar, com vista à melhoria da prestação dos serviços nas unidades hospitalares", considerou Alberto Masseka.

Disse que o governo empreendeu esforços para a reabilitação e apetrechamento das unidades hospitalares, razão porque encorajou os profissionais do ramo a continuarem a lutar pela melhoria dos serviços de saúde em Angola.

Acredita que o encontro do Hospital Josina Machel vai contribuir no aumento da produção científica no país, criando estímulos a todos os profissionais.

Para si, Angola deve deixar de ser um "mero consumidor" de conhecimentos de Saúde, passando a produtor, visto que grande parte das unidades hospitalares possuem quadros especializados e meios técnicos para o efeito.

"Se cada um poder fazer algo para a resolução dos problemas da Saúde no país, estaremos todos a contribuir para uma saúde melhor para os angolanos", concluiu.


Sob o lema "Estratégias, perspectivas e resultados de trabalho nos serviços de saúde", o encontro cientifico do Hospital Josina Machel realiza-se no âmbito do esforço do governo na melhoria da assistência médica à população e o fomento da investigação científica nas unidades sanitárias.

A promoção e investigação científica dos diferentes profissionais de Saúde e trocas de experiências entre técnicos nacionais e estrangeiros são também objectivos do encontro.

Neste evento, que se encerra sexta-feira, participam médicos, angolanos e estrangeiros, técnicos de diagnóstico e terapêutico, enfermeiros licenciados e estudantes de medicina, idos de vários pontos do país.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sex Jun 26, 2009 6:55 am

Bengo
Hospital da Bela Vista carece de medicamentos


Ambriz - O Hospital da comuna da Bela Vista, município do Ambriz, província do Bengo, carece de medicamentos para prestar os
primeiros socorros as populações da circunscrição, soube hoje (quinta-feira) à Angop, de uma fonte da instituição sanitária.


Segundo o responsável do Hospital, João Manuel, a falta de medicamentos essenciais tem dificultado o trabalho dos técnicos de enfermagem para tratar os pacientes que afluem aquela instituição de saúde.


João Manuel adiantou ainda que o estabelecimento hospitalar necessita destes fármacos para tratar as patologias mais frequentes, tais como o paludismo, diarreias agudas, febre tifóide e tosse.


Para aliviar a situação, a secção comunal da saúde local enviou uma petição as entidades competentes do sector, no qual manifesta a necessidade do abastecimento regular de medicamentos para acudir as comunidades que padecem de várias patologias.


A unidade sanitária, com uma sala de parto, de pediatria e um laboratório, atende 30 pacientes por dia e a capacidade de internar nove doentes.

Três enfermeiros e funcionários administrativos asseguram o funcionamento daquela instituição hospitalar, que necessita de um médico.

A comuna da Bela Vista que dista a 90 quilómetros da sede municipal do Ambriz possui cerca de dois mil habitantes que se dedicam a agricultura.
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos


Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 74
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sex Jun 26, 2009 5:10 pm

Segundo o responsável do Hospital, João Manuel, a falta de medicamentos essenciais tem dificultado o trabalho dos técnicos de enfermagem para tratar os pacientes que afluem aquela instituição de saúde.

....................................................MEDICAMENTOS................................................


muitos problemas que se colocam aos médicos são precisamente esses. Como resolver o problema do paciente se não existem os remédios básicos e indispesáveis??

O abastecimento regular de medicamentos é uma necessidade fundamental para um bom funcionamento de qualquer sistema de saúde.
Ainda não faz muito tempo que apreenderam montes de medicamentos que estavam fora da validade.
O governo tem que resolver essa situação dos medicamentos afim de contribuir para uma melhoria da prestação de serviços de saúde às populações.


bj

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Dom Jun 28, 2009 4:19 am

Formação
Médicos pediatras e clínicos gerais capacitados sobre HIV/Sida


Luanda - Trinta e sete médicos nacionais e estrangeiros, das especialidades de pediatria e clínica geral, concluíram hoje em Luanda, um curso básico de capacitação no manuseio e tratamento de crianças infectadas com HIV/Sida ou filhos de pais seropositivos.

A acção formativa visou assegurar uma assistência adequada, tendo sido promovida pelo Instituto Nacional de Luta Contra a Sida (INLS).

Dela participaram médicos das províncias de Luanda (10), Bengo, Lunda Norte, Luanda Sul, Kwanza Norte Malanje, Huíla, Cunene, Kuando Kubango, com dois cada.

Cabinda, Kwanza Sul, Benguela, Bié, Moxico e Huambo tiveram um representante.

O programa de capacitação dos quadros em matéria de HIV, iniciado em 2004 no país, está inserido na estratégia do governo de expansão dos serviços de corte a transmissão vertical e aconselhamento e testagem voluntária.

Falando à Angop, no final dos cinco dias de curso, a chefe do departamento de apoio clínico e médico do INLS, Julieta da Cunha, disse que todo médico deve ter capacidade de acompanhar um paciente infectado, devido ao impacto da epidemia,

"Para assegurar uma assistência adequadas às crianças infectadas, há necessidade de capacitar os pediatras e clínicos gerais que lidam directamente com elas"; expressou.

Segundo Julieta da Cunha, a luta contra a sida exige esforço multisectorial, pelo que cada cidadão é e deve sentir-se necessariamente um soldado na luta contra a pandemia, cujo índice aumenta no país.

Na sua mensagem, os formandos reconheceram o esforço da equipa de facilitadores brasileiros na transmissão de conhecimentos para o fortalecimento das acções de corte à transmissão vertical.

No âmbito do programa formativo, o INLS vai realizar diversos cursos durante o mês de Julho, com destaque para o de prevenção contra HIV e mudança de comportamento (de 6 a 14). Dele participarão dez, das 18 províncias do país.

Representantes dos Ministérios do Interior, Reinserção Social, Emprego e Segurança Social, Juventude e Desportos, Defesa, Família, Educação e Cultura, bem como de ong nacionais e dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (Palop) estão também assegurados no curso
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Ter Jun 30, 2009 7:19 am

Cunane
Banco de Urgência de Namacunde assiste 62 pacientes


Namacunde – O serviço do Banco de Urgência do Hospital municipal de Namacunde (Cunene), assistiu durante o fim-de-semana, 62 pacientes, mais oito em relação a igual período anterior, informou hoje, segunda-feira, à Angop, o enfermeiro em serviço na unidade hospitalar, Jackson Figueira.

Segundo o responsável, destes pacientes constam 27 crianças e 35 adultos, tendo sete sido internados nas áreas sanitárias de maternidade, medicina e pediatria.

Informou ainda, que os doentes assistidos apresentaram diagnósticos de diversas patologias com destaque para malária, bronquite, tuberculose e Vih/Sida.

O Hospital municipal de Namacunde tem 25 camas e dispõe de um corpo clínico de 65 trabalhadores, entre médicos, enfermeiros e farmacêuticos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Qua Jul 01, 2009 6:37 am

Huambo
Vacinadas mais de 28 mil crianças em Londuimbali


Londuimbali - Vinte e oito mil e 250 crianças, com idades compreendidas entre os zero e cinco anos de idade, foram vacinadas no período de 02 a 27 deste mês, no âmbito da primeira e segunda fase da campanha "Viva a Vida com Saúde, no município de Londuimbali, a cerca de 92 quilómetros a norte da cidade do Huambo.

Em declarações à Angop, o responsável pelo Programa Alargado de Vacinação (PAV) em Londuimbali, Hilário Marcelino, informou que no mesmo período foram igualmente imunizados na localidade 23 mil e 787 crianças contra sarampo, enquanto 23 mil e 537 petizes, menores de cinco anos, receberam desparasitantes de albendazol.

Nas duas fases da campanha de vacinação, promovida pelo Ministério da Saúde, mais de 26 mil 241 crianças, com idades compreendidas entre 01 e 02 anos, foram igualmente imunizados com vitamina (A) para a luta contra a cegueira, um processo considerado positivo pelas autoridades sanitárias daquela região.

Hilário Marcelino disse terem contado, na campanha "Viva a Vida com Saúde", com a participação de dez grupos de vacinador, apoiados pelas Forças Armadas Angolanas (FAA).

Isso permitiu atingir todos pontos daquela circunscrição.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Qui Jul 02, 2009 5:34 am

Zaire
Vacinadas 6.627 crianças contra a pólio no Kuimba


Mbanza Kongo - Seis mil e 627 crianças dos zero aos cinco anos foram imunizadas contra a poliomielite no município do Kuimba, 80 quilómetros a nordeste de Mbanza Kongo, província do Zaire, no âmbito da segunda fase da campanha "Viva a vida com saúde", realizada no país de 22 a 28 de Junho deste ano.

Segundo o supervisor municipal do Programa Alargado de Vacinação (PAV), Pedro Nzuzi, em declarações à Angop, durante a campanha foram ainda vacinadas contra o sarampo 5 mil e 198 crianças, tendo sido administrada a vitamina "A" e albendazol a 10 mil 671 outras.

De acordo ainda com o responsável, na jornada realizada nas zonas rurais, foram igualmente imunizadas contra o tétano 5 mil e 724 mulheres com idades compreendidas entre os 14 e 49 anos.

Informou que a empreitada envolveu 49 técnicos de saúde entre coordenadores, vacinadores e mobilizadores.

O município do Kuimba tem uma população estimada em cerca de 60 mil habitantes subdivididos em quatro comunas: Luvaka, Buela, Serra da Kanda e Sede.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sex Jul 03, 2009 3:12 am

Bié
Comuna do Kunje sem casos de tuberculose e meningite


Kuito - As autoridades sanitárias da comuna do Kunje, 07 quilómetros a norte da cidade do Kuito, província do Bié, deixaram de registar casos de tuberculose e meningite, desde Janeiro deste ano, informou hoje o chefe de saúde pública naquela região, Lima Nunes Benjamin.

Em declarações à Angop, garantiu que a redução verificada no primeiro semestre deveu-se às campanhas de sensibilização promovidas pelas autoridades sanitárias ao longo deste período junto das populações, em relação à prevenção de patologias.

Sem avançar o número de casos de tuberculose e meningite diagnosticados em 2008, o responsável comunal mostrou-se satisfeito pela maneira como a população daquela localidade esta a contribuir na redução das diversas doenças.

Elogiou os cidadãos, por estarem a aderência às campanhas de vacinação e consultas de primeiros socorros, ajudando na melhoria do saneamento básico do meio.

Disse serem frequentes naquela região enfermidades como a malária, diarreias e respiratórias agudas, sarampo entre outras, sem entretanto revelar números de casos diagnosticados, assim como de pessoas falecidas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Seg Jul 06, 2009 4:31 am

Vacinação
Mais de 185 mil crianças imunizadas contra pólio e sarampo no Cunene


Ondjiva - Cento e oitenta e cinco mil, 535 crianças, dos zero aos cinco anos de idade, foram vacinadas contra pólio e sarampo na província do Cunene, durante a campanha "Viva a Vida com Saúde", realizada de 14 a 28 de Junho deste ano, soube hoje (domingo) a Angop de fonte oficial.

Segundo o supervisor do Programa Alargado de Vacinação no Cunene (PAV), António Sanana, este número de crianças vacinadas corresponde aos municípios do Cuvelai, Ombadja, Namacunde, Kahama e Kwanhama, faltando a circunscrição do Curoca.

Deu igualmente a saber que nessa campanha foi administarada, em simultâneo", a vitamina A, a um universo de 76 mil e 691 crianças dos seis meses a cinco anos de idade. Outros 70 mil, 253 petizes com menos de cinco anos tomaram os comprimidos de albendazol.

António Sanana sublinhou que a campanha abrangiu as zonas rurais e urbanas, no afã de garantir saúde a todas as crianças e reduzir a mortalidade materna e infantil na província.

De acordo com a fonte, para o êxito da campanha foram criadas boas condições técnicas e logísticas, asseguradas por 125 equipas a nível dos seis municípios do Cunene.

O responsável fez questão de realçar que a campanha correspondeu às expectativas das autoridades sanitárias na região, devido a entrega e empenho dos técnicos de saúde e dos pais e encarregados de educação que afluíram em massa com as suas crianças aos postos de vacinação.

Uma vez que o PAV no Cunene previa imunizar perto de 167.325 crianças contra pólio e sarampo, os 185 mil e 535 petizes vacinados representam uma percentagem bastante superior às estimativas dos organizadores da campanha, concluiu com agrado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Ter Jul 07, 2009 3:49 am

Saúde
Corte à transmissão vertical atrai mais pacientes na Lucrécia Paim



Luanda - A procura pelos serviços de corte à transmissão vertical, criado para permitir o nascimento de crianças saudáveis de mães seropositivas, tem aumentado na Maternidade Lucrécia Paim, resultando no atendimento diário de 12 a 15 gestantes.

A informação foi avançada à Angop, hoje, segunda-feira, pelo ginecologista e obstetra Frederico Juliana, que apontou as campanhas de sensibilização e informação como a principal causa desse aumento de pacientes seropositivas, naquela maternidade.

Explicou que o programa, iniciado em 2005, registava fraca adesão das parturientes, devido a vários tabus em relação ao VIH/SIDA, desinformação e falta de apoio familiar.

A mobilização, referiu, tem sido feita durante as consultas pré natal, nas quais a grávida recebe informações sobre os cuidados a ter aquando da gestação e sobre como evitar em caso de resultado positivo do VIH que a sua criança também seja infectada.

Segundo Frederico Juliana, o corte contempla três fases: evitar a infecção durante a gravidez, parto e amamentação.

Para tal, as mulheres iniciam o tratamento anti retroviral, cedidos gratuitamente pelo Governo Angolano, a partir dos cinco meses de gravidez "se o sistema de defesa (cd4) for maior do que 350 células por mililitro de sangue".

Nesses casos, a mulher recebe um comprimido duas vezes ao dia até ao parto.

"Caso a parturiente chegue ao programa com dois ou um mês de gestação, e com cd4 abaixo do valor recomendado (350 células por mililitro de sangue), começa já a fazer o esquema para reduzir a possibilidade de transmissão", esclareceu.

Durante o trabalho de parto, reforçou, é-lhes administrado um anti retroviral por via endovenosa (zidovudina), até a expulsão do bebé.

Após o nascimento, inicia-se uma nova etapa de controlo, durante a qual a mãe é aconselhada a optar pelo aleitamento artificial exclusivo, orientação nem sempre seguida nos casos em que as condições económicas não permitam.

"Para evitar a morte da criança, por falta de alimentação, nós autorizamos o uso do leite materno exclusivo, durante três meses, e depois o consumo de outros alimentos", informou, acrescentando que as chances de transmissão da sida nesses casos é de 3 a 4 porcento.

O programa visa também o seguimento das crianças desde o nascimento até aos 18 meses de idade para se descartar a infecção.

Ao longo deste período, as crianças são seguidas regularmente por pediatras da maternidade e testadas de três em três meses. Findo este prazo e em caso de resultado negativo os menores recebem alta.

Dos mais de cinco mil partos realizados no âmbito do programa de corte à transmissão vertical, na Maternidade Lucrécia Paim, apenas quatro crianças contraíram a doença, pelo facto das mães não terem cumprido os requisitos.

Tal sucedeu, realçou, por desistência ao tratamento e início do trabalho de parto fora da unidade hospital.

Apesar de verificar-se maior adesão às consultas, Frederico Juliana referiu que para a conclusão com êxito do tratamento é fundamental a participação do parceiro e familiares mais próximos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sex Jul 10, 2009 5:02 am

Registo gratuito
Maternidade Lucrécia Paim regista baixa cifra de registos


Luanda - A direcção da maternidade Lucrécia Paim, no município da Ingombota, em Luanda, está preocupada com a baixa cifra de registos de crianças nascidas na instituição, no âmbito do registo gratuito de menores que o Ministério da Justiça leva a cabo em todo o país.

Em entrevista hoje à Angop, o director administrativo da instituição, Alberto Sozinho Muaxiato fez saber que nos últimos seis meses nasceram na maternidade sete mil 977 crianças, e apenas foram registadas 201, entre os quais 154 do sexo masculino.

O responsável apontou como as principais causas da fraca aderência dos pais, por um lado, a fala da documentação exigida (bilhete de identidade de ambos), bem como da ausência do pai depois do parto.

Na sua opinião, esta acção do governo permite facilitar a cidadania a criança, prevenindo o seu ingresso na escola, bem como para tratar um outro documento oficial.

Segundo Alberto Muaxiato, actualmente a instituição não tem qualquer tipo de dificuldades na recepção das cédulas a partir da terceira conservatória de registo civil.

A maternidade Lucrécia Paim, a maior do país, tem 11 pisos com capacidade de internar 500 pacientes, possuindo actualmente 300 camas, devido as obras de reabilitação e ampliação que está a beneficiar.

A instituição com 970 trabalhadores entre pessoal administrativo e clínico, cuja capacidade diária de atendimento é de 150 pacientes
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Ter Jul 14, 2009 7:24 pm

14-07-2009 17:10

Memorando
Ministério da saúde e Fundação italiana rubricam acordo


Luanda – Um memorando de entendimento com vista a ajudar a infância, avaliado em cinco milhões de Euros, foi rubricado hoje, terça-feira, entre o Ministério da Saúde e a Fundação Eni, adstrita a empresa italiana multinacional de Petróleos (ENI).

O documento foi assinado pelo director de gabinete de intercâmbio internacional do ministério da saúde, Augusto Neto e pelo secretário-geral da Fundação ENI, Vincenzo Boffi, na presença do Ministro da Saúde, José Van-Dúnem.

Em declarações à imprensa, Augusto Neto, fez saber que o acordo vai permitir acelerar a redução da mortalidade materna e infantil e neo-natal a nível da cidade de Luanda.

Segundo o director de intercâmbio, o projecto com duração de dois anos será implementado inicialmente no município do Kilamba Kiaxi, onde prevê apoiar o sistema de saúde municipal, e posteriormente com os resultados obtidos estender-se-á a outros municípios.

Fez saber que a implementação do projecto visa melhorar as condições de saúde das crianças, através de actividades rastreio epidemiológico sobre as doenças mais importantes e imunização e educação nutricional programas.

Por sua vez, o secretário-geral da fundação ENI, Vincenzo Boffi, salientou esperar que o projecto ajude de forma progressiva a infância, especialmente com programas de vacinação e alimentares.

“Espero poder fazer algo substancial para ajudar a resolver alguns problemas na infância nesta grande metrópole que é Luanda“, frisou.

A Fundação ENI foi fundada em 2006, e tem igualmente operações na República do Congo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sab Jul 18, 2009 4:12 am

Saúde
Lançado projecto-piloto de venda de Coartem às farmácias privadas


Huambo - A farmácia Portugal na cidade do Huambo albergou hoje, sexta-feira, a cerimónia de lançamento do projecto-piloto de venda de Coartem, no sector privado, com o preço oficial de 75 Kwanzas, para o reforço das estratégias de luta contra a malária.

A cerimónia foi orientada pelo director nacional do programa de combate a malária, Filomeno Fortes, que na sua intervenção referiu que a medida visa desencorajar a especulação nas farmácias, tendo em conta que o fármaco é distribuído gratuitamente nos hospitais e centros de saúde públicos.

Fez saber que o Ministério da Saúde adoptou em 2006, novas medidas de tratamento da malária utilizando o anti-paludico Coartem, que mostrou-se eficaz para a realidade nacional, apelando a sua utilização correcta.

"Sabemos que a população acorre para o sector privado e este por sua vez utiliza esta afluência para fazer especulação, encontramos hoje Coartem a venda no preço que vai de 200 até 1.500 Kwanzas", continuou.

O projecto que é uma parceria entre o ministério da saúde, a ONG britânica "MENTOR" e o Unicef, visando beneficiar nesta primeira fase 90 farmácias privadas que trabalham no município sede do Huambo e da Caála.

Alertou a polícia de investigação e as equipas de fiscalização a trabalharem no controlo das farmácias, e punirem aquelas que violarem este princípio que estabelece o preço máximo de 75 Kwanzas.

Na opinião do oficial do UNICEF para a saúde da criança, Nkanga Guimarães este projecto é um complemento das políticas de combate a malária, que deverá se estender para as demais 17 províncias do país.

Para ele, esta é uma estratégia positiva na protecção dos medicamentos que devem ser distribuídos gratuitamente no sector público, "ao invés de assistirmos a fuga do medicamento para o mercado paralelo, devemos colocar o fármaco nos locais de comércio formal e desta forma facilitarmos as populações".

No dizer da directora nacional da "MENTOR" , Rebeca Luckett, o programa nacional do controlo da malária está a ser uma experiência positiva e a sua organização está a trabalhar na formação técnica do pessoal de saúde ligado as clínicas e farmácias privadas.

O coordenador provincial do programa de combate a malária, Amândio Natito, revelou que no primeiro semestre deste ano os serviços de saúde no Huambo registaram 275 mil 572 casos de malária, que resultaram em 801 óbitos.

Até 2006, o sector da saúde utilizava para o tratamento da malária a cloroquina, rezoquina, amodiaquina e o halfan, que mostraram resistência e sensibilidade a doença, daí o investimento no Coarten que tem sido melhor para a situação nacional.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Ter Jul 21, 2009 7:15 am

Apelo
Profissionais da saúde devem primar pela humanização no atendimento



Luanda – O bastonário da Ordem dos Médicos, Carlos Pinto de Sousa, enfatizou hoje, segunda-feira, em Luanda, à necessidade dos profissionais da saúde primarem pela humanização no atendimento aos pacientes, que acorrem às unidades sanitárias, para que tenham o direito de uma medicina qualificada.


Carlos Pinto que falava à Angop à margem da abertura da "Campanha sobre ética e deontologia entre profissionais da saúde", promovido pelos comités de especialidades de médicos e enfermeiros do MPLA, fez saber que o evento vai marcar uma viragem na história e reavivar os aspectos éticos e deontológicos da classe.


“Os médicos sempre tiveram próximos da nossa população, e continuarão a dar o seu apoio em tudo que for necessário dentro dos parâmetros daquilo que são, o juramento de Hipócritas, pai da medicina”, disse.


O médico augura que os maus exemplos ocorridos recentemente nos hospitais Américo Boavida e no Hospital Geral de Luanda, não voltem a acontecer, isto para bom nome da classe.


Durante a campanha, dos profissionais da saúde vão discutir e relembrar os valores éticos e morais, e outros problemas que pairam no seio dos mesmos.



Os comités de especialidades de Médicos e de Enfermeiros do MPLA, começaram assim a partir de hoje (segunda-feira), no hospital Américo Boavida o ciclo de palestras em várias unidades sanitárias, para o resgate dos valores éticos, morais e deontológicos dos profissionais de saúde.


Com a duração de 45 dias, as palestras serão realizadas nos hospitais Geral de Luanda (dia 22), Maternidade Lucrécia Paim (24), Augusto Ngangula (27), Prenda (29) e dos Cajueiros (31).


No mês de Agosto, o programa prevê realizar igualmente palestras nas seguintes unidades hospitalares: Sanatório (dia 3), Neves Bendinha (5), Josina Machel (7), Instituto de Oncologia (10) e Pediátrico (16).


Palestras nas administrações de Viana (dia 12) e de Cacuaco (14), constam também na agenda.


O evento tem ainda como objectivos sensibilizar os profissionais de saúde para a prática da humanização dos cuidados assistenciais à população, moralizar as lideranças das unidades sanitárias a vários níveis e conquistar a confiança do público nos profissionais e nas unidades sanitárias públicas e privadas.


Sensibilizar os profissionais com boas práticas de saúde, assim como encorajar o recurso ao Gabinete do Utente Hospitalar como primeira opção para solução de conflitos, são outros objectivos do plano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sex Jul 24, 2009 6:46 am

Saúde
Falta de informação contribui para propagação do Vih/Sida


Luanda – A falta de informação, os longos dias fora das cidades, bem como os trabalhos realizados em locais geograficamente isolados contribuem para a propagação no contágio por Vih/Sida, advertiu hoje, quinta-feira, em Luanda, o Secretário Geral da Federação do Sindicato dos trabalhadores do ramo de construção civil, Evaristo Adão António.

O responsável, que falava a Angop a margem do seminário sobre “Educação de pares em Vih/Sida”, realizado pela União Nacional dos Trabalhadores de Angola (Unta), fez saber que as outras causas de contágio e propagação da doença prendem-se com a fraca informação sobre o assunto, principalmente nas zonas rurais.

Segundo ele, a sua instituição reitera o apelo as entidades empregadoras no sentido de não se cansarem de fazer chegar a informação nestas áreas, daí ter realçado a importância da realização do seminário.

“Estas instituições devem facilitar os trabalhos dos educadores de pares e criar condições para eles estejam nos locais onde o de contágio é eminente", frisou.

Participam no seminário, iniciado segunda-feira, 20 sindicalistas, numa acção que vai beneficiar 20 mil 267 trabalhadores, de 24 empresas do ramo da construção civil.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Ter Jul 28, 2009 4:59 am

Huíla
Hospital Pediátrico do Lubango regista 12 mortes no fim-de-semana


Lubango - Doze crianças morreram durante o fim-de-semana no hospital pediátrico do Lubango, "Pioneiro Zeca", vítimas de diversas enfermidades, de um universos de 392 casos assistidos, informou hoje à Angop, a chefe de enfermagem, Maria Elena.

De acordo com a responsável, as mortes foram causadas por doenças como a malária, bronco pneumonia, anemia grave, sarampo, traumatismo cerebral, prematuridade, baixo peso, diarreia aguda entre outras.

Maria Elena disse que dos casos assistidos, 34 ficaram internados, 15 receberam alta, ao passo que estão internados mais de 200 crianças, padecendo de diversas enfermidades, que estão a merecer o acompanhamento dos enfermeiros e médicos.

A responsável adiantou que neste momento o hospital dispõe de meios humanos, médico e medicamentosos para atender todos os casos, tendo lamentado apenas o facto de alguns doentes estarem acomodados nos corredores por falta de espaço nas enfermarias.

"Actualmente dispomos de fármacos suficientes para o tratamento das mais diversas doenças que afectam a nossas crianças", ressaltou a enfermeira, exortando aos pais e encarregados de educação a se dirigirem ao posto de saúde mais próximo em caso de notarem qualquer anomalia nos seus educandos, no sentido de se prevenirem mortes.

O Hospital Pediátrico do Lubango, único de especialidade a nível da província, tem uma capacidade para 185 camas e o seu funcionamento é assegurado por 14 médicos, sendo dez angolanos e quatro de nacionalidade cubana, 101 enfermeiros e 20 administrativos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Qui Jul 30, 2009 5:30 am

Investigação
Angola precisa de laboratório para pesquisar plantas medicinais


Luanda - A investigadora do Centro de Botânica da Faculdade de Ciências da Universidades Agostinho Neto, Manuela Pedro, afirmou hoje que o país precisa de um laboratório com tecnologia de ponta, para o estudo científico das propriedades medicinais das plantas locais.

Falando à margem da inauguração da exposição "Plantas Medicinais de Angola", patente no Museu de História Natural, em Luanda, a especialista considerou que esse laboratório permitirá auxiliar o desenvolvimento da medicina tradicional e oferecer maior garantia aos consumidores.

Para a bióloga, um laboratório de referência ajudaria a credibilizar o trabalho dos investigadores, bem como o estudo destes vegetais a nível de cada região do país com propriedades medicinais, tendo em atenção os usos de costumes de cada povo no tratamento de doenças com recurso à flora.

"Devido a inexistência de uma unidade devidamente equipada, o centro socorre-se a inquéritos com terapeutas tradicionais e pessoas que já utilizam as plantas, para obtenção de informações que depois são comparadas à literatura de países com um avanço na pesquisa das plantas medicinais", explicou.

Do seu ponto de vista, a exposição é uma forma de impulsionar a investigação científica das plantas medicinais de Angola, valorizar a medicina tradicional e uma mais valia para o cidadão, que poderá conhecer os benefícios destes produtos, bem como os cuidados a ter na sua utilização.

A amostra, que ficará aberta ao público durante um mês, inclui exemplos de herbáceos, fotografias, espécies vivas e produtos obtidos de plantas medicinais, postas à disposição do público com apoio do Herbário de Luanda, adstrito à Faculdade de Ciências, da
Universidade Agostinho Neto, e da Ervanária Ferreira.

A mesma tem por objectivo de mostrar à sociedade o valor terapêutico da flora nacional, sua situação a nível mundial, características gerais e ecologia.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), planta medicinal é todo vegetal que contém substâncias bio-activas com propriedades terapêuticas, profiláticas ou paliativas.

Ao visitar o museu, os cidadãos poderão conhecer as propriedades de cura de produtos que diariamente estão ao seu alcance, como o chá de caxinde, kiabo, cebola, milho, shandala, gipepe, abóbora, mbututu, ngandiadia, entre outros.

As substâncias contidas nestes vegetais podem curar e a prevenir doenças como infecções urinárias e pulmonares, cólicas, hepatite, cálculos renais, malária, entre outras enfermidades.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Ter Ago 04, 2009 6:56 am

Benguela
Mais de 100 mil crianças vacinadas contra poliomielite no Bocoio


Benguela – Cento e nove e 642 crianças com até cinco anos foram vacinadas no mês de Junho, no município do Bocoio, 102 quilómetros da cidade de Benguela, contra a poliomielite e sarampo, durante as duas fases da jornada nacional de imunização.

A informação foi prestada hoje à Angop, pelo chefe do Programa Alargado de Vacinação (PAV) no município, Américo Cassinda.

Segundo ele, as duas fases, que envolveram 130 vacinadores decorreram com êxito na sede municipal, bem como nas quatro comunas, Chila, Cubal do Lumbo, Monte Belo e Passe.

Durante a vacinação foram administradas doses de albendazol e vitamina A. A poliomielite é uma doença viral que envolve o tracto gastro-intestinal e ocasionalmente o sistema nervoso central, conduzindo a paralisia flácida aguda de um único membro, tetraplegia, falência respiratória e, raramente, pode tornar-se fatal.

Contudo, em 95 por cento dos casos, a infecção é assintomática. A sua transmissão é predominantemente fecal-oral, isto é, através de contacto com fezes ou material contaminado com fezes (terra, alimentos ou água) de indivíduos doentes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sex Ago 07, 2009 4:56 am

Cunene
Notificados 1.460 casos de malária em Namacunde



Namacunde – Mil e 460 casos de malária foram notificados pelo sector da saúde do município do Namacunde, província do Cunene, de Janeiro a Junho do ano em curso, com 15 óbitos, informou hoje (quinta-feira) à Angop a responsável do programa contra a malária, Adriana Maravilha.

Segundo a responsável, os casos foram registados maioritariamente em crianças menores de cinco anos de idade, tendo apelado aos pais a terem mais cuidados com os pequenos, fazendo uso de mosquiteiros tratados com insecticida.

Explicou que em relação a igual período anterior de 2008 houve um aumento de 55 casos.

Adriana Maravilha salientou que para o combate à doença o sector da saúde na área tem desenvolvido acções de sensibilização e prevenção, bem como distribuído mosquiteiros tratados com insecticida.

O hospital municipal de Namacunde tem capacidade de internar 25 doentes e conta com um corpo clínico de 65 trabalhadores, entre médicos, enfermeiros e farmacêuticos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Ter Ago 11, 2009 5:12 am

Seminário
Técnicos de saúde aprimoram conhecimentos no Uíge


Uíge - Técnicos de saúde de vários municípios da província do Uíge participam desde hoje, nesta cidade, num seminário de capacitação sobre Gestão das Unidades Sanitárias, promovido pela Organização não Governamental GN CUAMM e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Com duração de quatro dias, o curso vai ministrar matérias sobre conceitos básicos de estatística, epidemiologia (prevalência, incidência, natimortalidade, mortalidade perinatal, mortalidade infantil, mortalidade materna e letalidade) e demografia.

A estrutura essencial do sistema informativo e explicação da sua importância como instrumento de planificação e decisão e indicadores de saúde, gestão de recursos materiais e humanos e gestão de uma unidade sanitária serão também analisadas.

Falando no acto de abertura, o director provincial da saúde no Uíge, Henrique Bengi Moço, destacou a importância do seminário, referiu que a realização da acção formativa enquadra-se no cumprimento das recomendações do último conselho consultivo alargado do sector, realizado no município do Sanza Pombo.

Disse pretender-se com a realização desta formação melhorar a qualidade do trabalho, com vista a responder as exigências do governo, que visam a prestação de boa assistência sanitária à população.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sex Ago 14, 2009 6:20 am

Bié
Jornada do IMS prossegue com análise das novas tecnologias de enfermagem


Kuito - As primeiras jornadas científicas pedagógicas dos estudantes do Instituto Médio de Saúde (IMS) "Comandante Bula" prosseguem hoje, quinta-feira, no Kuito, Bié, com a análise das novas tecnologias de enfermagem, bem como a ética e deontologia profissional.

O certame, que decorre de 12 a 14 de Agosto, vai ainda debater temas como cuidados primários de saúde e tecnologias de informação e de enfermagem, com a finalidade de elevar os níveis de conhecimento dos técnicos.

Em declarações à Angop, o director pedagógico do "IMS", Eduardo Nangayafina, sublinhou que participam mil 127 estudantes, na especialidade de geral.

O responsável aconselhou os estudantes a aplicarem-se seriamente na discussão dos temas, pois contribuirá na melhoria da qualidade do funcionamento da instituição, bem como do ensino e aprendizagem dos formandos.

Disse ainda que actividades do género serão realizadas nos próximos tempos com o apoio dos sectores da saúde e da educação.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sex Ago 14, 2009 6:20 am

Cunene
Constituído comité de farmacovigilância e farmacoterapeutico



Ondjiva – A direcção provincial da saúde no Cunene constituiu quarta-feira, no Hospital Central de Ondjiva, província do Cunene, os comités de farmacovigilância e farmacoterapeutico, visando a sensibilização dos profissionais de saúde sobre os efeitos adversos aos medicamentos.

Falando no acto de constituição, o chefe de departamento de medicamentos e equipamentos da Direcção Provincial de Saúde, Luís Salvador, disse que os comités criados têm por objectivos promover o uso racional e segurança dos medicamentos e na adesão dos profissionais de saúde na sensibilização dos efeitos indesejáveis.

Disse ser necessário que os medicamentos sejam bem protegidos, desde a sua aquisição até ao consumo, precisando que o comité farmacovigilância estará sobre dependência da Direcção Provincial de Saúde.

O farmacoterapeutico, explicou, terá a subordinação das unidades sanitárias do Hospital Geral de Ondjiva, hospitais municipais e da Missão Católica do Chiúlo.

Os comités estão compostos por três membros cada, dos quais um presidente, vice-presidente e um secretário, com o mandato de quatro anos renováveis.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Sex Ago 14, 2009 6:21 am

Kwanza Norte
Associações e ONG traçam estratégias de apoio a seropositivos


Ndalatando - A Rede Nacional de Pessoas Vivendo com o VIH-Sida promove desde hoje, até sexta-feira, na província do Kwanza Norte, um encontro provincial com as várias associações e Ong's locais, com vista à adopção de estratégias conjuntas para garantir o apoio psico-social aos seropositivos.


A actividade, da qual participam mais de 20 membros da rede provincial de pessoas vivendo com o VIH-Sida, vai abarcar uma reflexão sobre a necessidade da contínua mobilização da sociedade em relação ao apoio psico-social a ser prestado às pessoas seropositivas e dos métodos de aconselhamento para prevenir à doença.

Chamado a presidir a abertura do evento, o director provincial da Saúde, Manuel Durante Varela, disse ser necessário conjugar esforços de toda sociedade para o combate ao VIH-Sida, sobretudo através da educação e prevenção.

Informou que a província do Kwanza Norte regista actualmente um progresso em relação às acções de mobilização, melhoria do acesso à informação, aconselhamento, aderência aos testes voluntários, prevenção da transmissão vertical e administração dos anti-retrovirais e no tratamento de doenças oportunistas.

Essa evolução, explicou, deve-se ao trabalho de mobilização desencadeado pela rede local de luta contra a Sida.

Realçou o empenho da organização, integrada por jovens engajados na luta contra a Sida, que têm sido “parceiros valiosos das autoridades sanitárias no contexto da divulgação da informação e do impacto negativo do VIH-Sida nas famílias angolanas”.

Com vista a acompanhar a actividade, encontra-se na província uma comitiva da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com o VIH-Sida, encabeçada pelo seu coordenador António Leitão Ribeiro.

Criada em 2007, A Rede de Pessoas Vivendo com o VIH-Sida é uma organização que conta com o apoio financeiro da ONU-Sida. Tem a sua actividade direccionada à realização de fóruns de ajuda mútua e melhoria da qualidade de vida dos seropositivos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
lobo
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : PORTO DA ESPADA-MARVÃO
Data de inscrição : 04/08/2008
Masculino
Número de Mensagens : 3701
Idade : 49
Humor : TEM DIAS

MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Ter Ago 18, 2009 5:45 am

Huambo
Ekunha vacina mais de 16 mil crianças contra poliomielite


Ekunha - Dezasseis mil e 959 crianças menores de cinco anos idade foram vacinadas, de 14 a 16 deste mês, no município de Ekunha, a 45 quilómetros da cidade do Huambo, anunciou hoje à Angop, o supervisor municipal do Programa Alargado de Vacinação (PAV), Afonso Brito.

O responsável considerou de satisfatórias as cifras atingidas, tendo recordado que a previsão inicial era vacinar 13 mil e 329 crianças.

Realçou que o êxito da campanha de vacinação deveu-se ao maior envolvimento dos promotores de saúde, autoridades tradicionais e administrativas, além das Forças Armadas Angolanas.

Na campanha anterior, de acordo com Afonso Brito, foram imunizadas mil e 410 crianças menores de cinco anos de idade contra a poliomielite, no Ecunha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: noticias de saude em angola   Hoje à(s) 10:42 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
noticias de saude em angola
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» á nossa saude....pessoal do MTP....
» Tamashii Nation 2011 JP (25 ~ 27 de novembro).
» BOEING 737-200 VASP ULTIMAS CORES AIRFIX 1/144
» Full Throttle
» Jovens feridos no Aquashow (COM VÍDEO)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Angola-África :: NOSSOS KIMBOS :: NOTÍCIAS DOS KIMBOS-
Ir para: