Angola-África
Seja Bem-Vindo ao meio de amigos Angolanos e que por aqui queremos recordar e reviver como os membros e amigos.
tudo o que ja viveram, se regsitre e fique a vontade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se.

Kiss a todos.

Angola-África


 
InícioPortalCalendárioFAQRegistrar-seConectar-se
Conectar-se
Nome de usuário:
Senha:
Conexão automática: 
:: Esqueci minha senha
twitter Passarinho
Tópicos similares
Últimos assuntos
» Procura-se Angolanos - Ex-colegas - Amigos Infancia - Todos
Qua Jan 04, 2017 3:00 am por Mary1960

» músicas do meu tempo.
Seg Maio 16, 2016 5:29 am por Alexandre Santos

» Namibe Noticias ao vivo
Qui Jun 11, 2015 2:06 am por Alexandre Santos

» Informativos Gerais
Qui Jun 11, 2015 1:59 am por Alexandre Santos

» Malanje Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:16 pm por mariajoaomarques

» Luanda Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:13 pm por mariajoaomarques

» Lubango Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:08 pm por mariajoaomarques

» Huambo Noticias Frescas
Ter Abr 07, 2015 10:06 pm por mariajoaomarques

» Cunene Notícias
Ter Abr 07, 2015 10:02 pm por mariajoaomarques

» Cabinda Noticia da Hora
Ter Abr 07, 2015 9:56 pm por mariajoaomarques

» Benguela Noticias da Hora
Ter Abr 07, 2015 9:46 pm por mariajoaomarques

» noticias Angola em Geral
Ter Abr 07, 2015 9:34 pm por mariajoaomarques

» A verdadeira Páscoa.
Dom Abr 05, 2015 3:32 am por Alexandre Santos

» NATAL !!
Qua Dez 24, 2014 5:14 pm por mariajoaomarques

» Musicas só Angolanas
Dom Out 05, 2014 3:18 pm por Carla Carinhas

» PROCURO FAMILIA MATERNA
Sex Out 03, 2014 9:31 pm por Carla Carinhas

» FALANDO COM DEUS.
Sab Jun 07, 2014 10:07 pm por mariajoaomarques

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:15 pm por Fabioluiz11

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:14 pm por Fabioluiz11

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:09 pm por Fabioluiz11

» Compre passaportes , carteira de motorista
Ter Maio 06, 2014 3:09 pm por Fabioluiz11

» Eventos Culturais e Cultura
Qui Mar 27, 2014 6:44 pm por Alexandre Santos

» Poemas Antonio Ausgusto Aguiar
Sab Dez 28, 2013 5:40 am por Alexandre Santos

» Respostas de Natal
Qui Dez 19, 2013 4:54 pm por Carla Carinhas

» Moda Africana no Brasil
Sab Ago 03, 2013 1:15 am por Lucas Ryman

» Designer Decoração Africana
Sab Jul 27, 2013 5:13 am por Maristela Ibaldo

» compra de tecidos
Sex Jul 19, 2013 2:30 am por Alexandre Santos

» Qua maior valor do mundo e Qual o seu Valor??
Seg Maio 27, 2013 10:23 pm por Alexandre Santos

» VERSOS SOLTOS
Seg Maio 27, 2013 10:13 pm por Alexandre Santos

» fotos impressionantes de 2008
Sex Maio 17, 2013 3:56 pm por mariajoaomarques

Horas e Previsão do Tempo

Aqui o Sapo
Baixar Imagens
Radio Direto Angola
Nova pagina 2

Parcerias e Apoio
Nova pagina 1


Loja Virtual Presentes

UOL HOST hospedagem de sites. Clique e conheça!

Tenha estes produtos em sua mesa.


Rádio Connect Music Box Rádio do Fórum

Campanhas

Compartilhe | 
 

 Poemas Antonio Ausgusto Aguiar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Carla Carinhas
Membros - Adm
Membros - Adm


Data de inscrição : 25/09/2007
Número de Mensagens : 6397

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Seg Jun 08, 2009 3:13 am


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Foto e Comentario de [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
"Minha mãe,
tu me ensinaste a esperar,
como esperaste paciente nas horas dificeis,
mas a vida matou em mim esta mística esperança,
eu já não espero,
sou aquele por quem se espera.."
extratos de um poema de Agostinho Neto Malanje - Angola.

kiss a todos coracao
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.connectmusicbox.com/
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Data de inscrição : 13/03/2008
Número de Mensagens : 4316

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Seg Jun 08, 2009 4:34 am

Carla:

Mais uma foto espetacular do Nelson; o poema do Dr. Agostinho Neto, é muito lindo, eu já conhecia; na casa da minha Mãe tem um disco daqueles de "45 rotações" , onde além da música Monangabê e outras , tem uma com essa letra, na época grada pelo Rui Mingas.

Bjs,

Alexandre
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qui Jun 11, 2009 10:01 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Amigo Aguiar.

...Levem este lindo pôr do sol , foto tirada do Vale da Amoreira.
Desejamos que façam uma boa viagem...
Um abraço grande de todos nós.

Minha mãe deixou este poema para vós.


Ao nosso amigo Aguiar
Sua esposa também.
Sei que vão viajar,
Passar férias, mundo além.

Que nessas terras distantes,
Onde tudo é desigual,
Possam lembrar os instantes
Vividos em Portugal.

Partilhando dum almoço,
Numa sincera empatia,
Apaladando com gosto
O sabor dessa iguaria.

Falando da nossa Angola
Que jamais será esquecida;
Onde houver um angolano
Está presente em nossa vida.

Não vou falar muito mais
Porque afinal neste verso,
Quero apenas desejar
Seja breve o seu regresso.

Lutécia de Sousa.
Salmo 121:8

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Carla Carinhas
Membros - Adm
Membros - Adm
avatar

Pais Residente :
Localização : Brasil - Paraná - Curitiba
Data de inscrição : 25/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 6397
Idade : 52
Humor : Sempre Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qui Ago 06, 2009 4:06 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.connectmusicbox.com/
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 59
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qui Ago 06, 2009 7:21 am

Carla:

Andas inspirada amiga !!!

Bjs,
Voltar ao Topo Ir em baixo
Carla Carinhas
Membros - Adm
Membros - Adm
avatar

Pais Residente :
Localização : Brasil - Paraná - Curitiba
Data de inscrição : 25/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 6397
Idade : 52
Humor : Sempre Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Sex Ago 07, 2009 4:21 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.connectmusicbox.com/
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 59
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Sex Ago 07, 2009 6:04 am

Carla:

Estás em ótima fase rsrsrsrsr; mas já vi de onde te vem tanta inspiração
rsrsrsrs. É que a Da. Genny e o Sr. Rui logo, logo estarão aí em Curitiba e,
vais matar a saudade do "colinho" dos Pais rsrsrs.

Bjs,
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Sex Nov 06, 2009 8:17 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



O CORREDOR DO TEMPO




Acabo de entrar no corredor do tempo,
Um labirinto de memórias e de emoções.

A jornada não parece ser muito difícil

Já que para trás ficaram todas as ilusões.



Esta caminhada pelo corredor do tempo

Dar-me-á a oportunidade para meditar

Sobre os sonhos da mocidade perdida

E sobre o futuro que penso ainda alcançar.



Será que o futuro está ao fundo do corredor

Onde vejo o clarão de uma luz a brilhar?

Ou será mais um capítulo do livro da vida

Cuja conclusão não consigo imaginar?[/



Porém, seja qual for a conclusão da jornada

Há que aceitar aquilo que o destino nos deu.

O destino é inalterável e muitas vezes cruel

E não importa que sejas rico, pobre ou ateu.



António Aguiar.


Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 59
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Dom Nov 08, 2009 2:16 am

Da. Genny:

Lindo poema do António Aguiar. Ele ainda está pelos EUA ?
Quando falar com ele mande-lhe um abraço meu.

Bjs,
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 59
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qua Dez 16, 2009 2:42 am

Da. Genny:

Feliz Natal para a senhora também e toda a família.
Um abraço a todos, da minha parte, Xandinho e Paula.

Bjs,
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qui Dez 24, 2009 4:27 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



ÁFRICA DE OUTRORA


Sinto saudades da África de outrora
Da sua misteriosa mas exótica beleza,
Das danças e do som dos tambores
Cujo ritmo desafiava a própria natureza.

Sinto saudades do murmúrio das palmeiras
Naquelas maravilhosas noites de luar,
Daquele mar de águas quentes e calmas
Onde a tentação nos levava a mergulhar.

Sinto saudades do convívio da sua gente,
Das frondosas matas onde íamos caçar,
Da magia do pôr de sol sobre o mar azul
Cujas cores eram impossíveis de duplicar.

Sinto saudades das planícies intermináveis,
Das aldeias perdidas nas montanhas do interior.
Longe de ti a minha vida jamais será a mesma
Mas serei para sempre o teu grande admirador




publicado por Tony Aguiar às 13:50

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Sex Jan 29, 2010 10:01 pm

Terça-feira, 10 de Julho de 2007
SONHAR É FÁCIL


O ódio crescente entre raças e religiões
É hoje um pesadelo para a humanidade.
Perdem-se milhares de inocentes vidas
Porque os fanáticos deturpam a verdade.

Preciso dum recanto para me esconder
Deste mundo cruel, injusto e violento.
Preciso de me esconder desta tragédia
Para assim atenuar o meu sofrimento

Na sombra do meu remoto esconderijo
Fecho os olhos e começo a sonhar...
Deixo-me levar pelas asas deste sonho
Na esperança de ver o mundo a mudar.

Lá do alto enxergo um mundo diferente,
Um mundo sem raças nem religiões
Onde todo o ser humano é respeitado
E o amor e a paz enchem os corações.

Mas deixem-me ficar aqui esquecido
Neste mundo de fantasia e de liberdade
Pois eu não quero ver mais violência
Nem assistir à agonia da humanidade.
ANTÓNIO AGUIAR

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


Última edição por mariajoaomarques em Seg Fev 01, 2010 11:43 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 59
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Dom Jan 31, 2010 9:21 pm

Da. Genny:
Um Mundo sem violência e todos se amando, seria
o Mundo que O Senhor DEUS nos queria ver; acredito
que as doenças, pragas, desgraças etc. acabariam.

Bjs,
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Seg Mar 22, 2010 5:17 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


AS ESTRELAS


À noite, quando olho pela janela, vejo
As estrelas a brilharem no firmamento.
Admiro como o seu longínquo cintilar
Consegue iluminar o meu pensamento.


O pensamento viaja através do tempo,
Tempo desconhecido que voa sem parar.
Viajar no tempo é como sonhar acordado
Mas com a escuridão o sonho irá acabar.

Estrelas no além, não deixem de brilhar
Pois convosco sonharei até à eternidade!
Os sonhos fazem parte das nossas vidas
Mesmo que nunca se tornem realidade.


4 DE fEVEREIRO 2008


_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 59
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Seg Mar 22, 2010 6:41 pm

Da. Genny:

O António Aguiar, tem uma inspiração divinal.

Bjs,
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Seg Jun 07, 2010 6:04 pm


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]



IDEAIS PERDIDOS



Rio de águas azuis e cristalinas
Que para o mar corres suavemente,
Quero pedir-te que leves contigo
Os meus sonhos de adolescente.

Os sonhos que eu ontem sonhei
E que me serviram de inspiração,
Pelas décadas já percorridas
Eles são hoje uma desilusão.

Desilusão pelos ideais perdidos
Levados pelos ventos da história.
Como a poeira do tempo tudo cobriu
O passado perdeu toda a sua glória.

Por isso rio de águas cristalinas,
Peço-te que leves na tua corrente
As desilusões do meu passado
Para que eu descanse finalmente.

António Aguiar.

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Seg Jun 28, 2010 6:21 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

LUANDA...!

Sinto saudades de Luanda
Da Cidade Alta e da Samba
Da Ilha com os seus coqueiros
Dos machibombos na Mutamba.

Do novo bairro de Alvalade,
Da Escola de Equitação
De onde jovens sonhadores
Saíam cavalgando com paixão.

Da avenida dos Combatentes
Com prédios modernos, a crescer,
Passeios amplos com esplanadas
Onde um bom café se podia beber.

Do Mercado do Quinaxixe
Moderno e muito eficiente
Com uma variedade de produtos
Para satisfazer o mais exigente.

A exótica avenida Marginal,
A Praia do Bispo e os pescadores
Que vestindo tangas curtas
Dançavam ao ritmo de tambores.

Os pregões das quintandeiras
Que de ceira à cabeça andavam
De porta em porta vendendo
O que nossas mães necessitavam.

Saudade dos batuques á noitinha
Com o seu ritmo vibrante.
E assistir a uma rebita
Era coisa emocionante.

O sinaleiro de farda branca
Do cimo da pianha controlava
Aquele trânsito sem fim
Que ao cruzamento chegava.

O maravilhoso pôr do sol
Visto do morro da Fortaleza
Uma aguarela exuberante
Mas de inolvidável beleza

Com uma vista deslumbrante
O cine esplanada Miramar
Único do género em África
Obra digna de se admirar.

Paraíso esquecido era o Mussulo:
Areias douradas, coqueiros gigantes,
Pequenas enseadas protegiam
A natureza e os seus amantes.

De vez em quanto por certo
Uma paragem no Baleizão
O melhor lugar da baixa
Para gelados e pregos no pão.

No Escondidinho da Conduta
O frango na púcara era famoso
Servido com cerveja gelada
Um pitéu deveras saboroso.

Passear até ao Cacuaco
Era algo que sabia bem
Comer muamba de galinha
Com fuba, quiabos e denden

Na Quinta da Rosalinda
Com amigos a celebrar
O nascer de um novo ano
Que saudades ao recordar.

Morro dos Veados e Corimba
Praias de finas e quentes areias
Mergulhar naquelas águas
Era a melhor das odisseias.

No fundo do mar entre as rochas
As águas eram transparentes.
Até as plantas se curvavam
Para saudar os adolescentes.

Do Laboratório de Engenharia
Também me quero recordar
Daquela boa camaradagem
Sempre disposta a ajudar.

Para uma cidade centenária como tu
Um quarto de século não tem significado,
Mas para mim Luanda, que te perdi,
A tua imagem viverá no meu passado.



António de Aguiar
1974


_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qui Jul 15, 2010 3:28 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
MOÇÂMEDES

Aos naturais de Moçâmedes
E aos moçamedenses de coração
Quero dedicar estes versos
Tributo da minha admiração.

“Labor Omnia Vincit”
Dizia a divisa no teu brazão
Muitas décadas se passaram
Mas ainda a recordo com emoção

A “Welwitshia Mirabilis”
Que bem recordo por certo,
Era planta ùnica no Mundo
Existindo apenas no teu deserto.

Na costa do Atlântico nasceste
E do Namibe eras princesa
Nem os ventos do deserto
Destruiram a tua beleza.

Oceano de àguas profundas
Cuja fauna estimulava os pescadores;
As àguas tentadoras da Praia Amélia
Seduziam os mergulhadores.

No fundo do mar entre as rochas
As àguas eram transparentes.
Até as plantas se curvavam
Para saudar os adolescentes.

A antiga Escola Comercial
Pequena mas cheia de tradições.
Ajudou centenas de jovens
Nos seus sonhos e aspirações.

Viam-se aos domingos na baía
Barcos de velas ao vento
Onde jovens à “bolina”
Mostravam o seu talento.

Os bairros novos iam crescendo
Desafiando o àrido deserto.
Imensurável esforço moçamedense
Orgulhoso mas de coração aberto.


Para os lados da Torre do Tombo
Construiu-se o cais acostável.
A habitual visita aos “Paquetes”
Era agora mais agradável.

Do outro lado da baia
Outro grande empreendimento
O porto mineiro do Giraul
Uma boa fonte de rendimento.

Os comboios vindos de Cassinga
Ali deixavam a carga preciosa;
A automatização daquele porto
Era uma obra muito valiosa.

A agricultura ia progredindo
Olivais e vinhedos cresciam.
Um mercado muito competitivo
Que os da Metrópole temiam.

Num remoto dia tive que partir
Sem ter voto nessa decisão;
Contudo sempre te mantive
Num canto do meu coração.

António Aguiar.


_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
António Aguiar
Novato
Novato
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal e EUA (Estado da Florida)
Data de inscrição : 01/04/2009
Masculino
Número de Mensagens : 17
Idade : 76
Humor : Normal

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qui Ago 26, 2010 6:22 pm

A TERRA QUE ME VIU CRESCER



Mas que saudades eu tenho
Da terra que me viu crescer
Já muitas décadas se passaram
Mas não a consigo esquecer

Voltar atrás no tempo seria bom
Para poder viver na terra amada
Reviver a minha infância feliz
Que pelo tempo cruel foi levada.

Correr de novo ao sabor do vento
Com os meus colegas de escola
Sermos livres como pássaros
Que acabaram de fugir da gaiola.

Mas que saudades eu tenho
Da terra amada que me viu crescer.
Daquela Angola adorável
Que jamais irei esquecer.



Antonio de Aguiar
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.tonyaguiar.blogs.sapo.pt
António Aguiar
Novato
Novato
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal e EUA (Estado da Florida)
Data de inscrição : 01/04/2009
Masculino
Número de Mensagens : 17
Idade : 76
Humor : Normal

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qui Ago 26, 2010 6:24 pm

NAUFRAGO DA NOSTALGIA


Levado pelo temporal da vida
Naufraguei na ilha da harmonia
E nas praias desertas desta ilha
Tentarei aliviar a minha nostalgia.

Nostalgia dos tempos de garoto
E da longínqua terra da infância.
Nostalgia dos amigos e familiares
Perdidos no tempo e na distância

Nostalgia duma época passada,
Do fulgor das vitórias alcançadas,
Da rebelde, mas virtuosa juventude,
Cujas virtudes são hoje ignoradas.

Nostalgia daquela Angola de outrora,
Privilegiada pela sua beleza natural
Onde todos trabalhavam, lado a lado,
Isentos de qualquer preconceito racial.

Mas as marés do destino vão levando
Os destroços do barco do passado
E com ele irão muitas memórias
Que nesta vida havíamos desfrutado.
.

António de Aguiar
2008
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.tonyaguiar.blogs.sapo.pt
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 59
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Seg Ago 30, 2010 4:36 am

António De Aguiar:

Amigo, já disse que gosto dos seus poemas; mas a cada poema aqui, parece que todos nôs de alguma maneira, também fazemos parte deles. A nossa história, é a mesma. O Poema naufrago da nostalgia está espetacular.

Um abração e...... mande mais rssss, eu gosto e muitos mais também gostam, apesar de não comentarem.

Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Seg Ago 30, 2010 3:44 pm

Amigo Aguiar

Mas as marés do destino vão levando
Os destroços do barco do passado
E com ele irão muitas memórias
Que nesta vida havíamos desfrutado.


Esta quadra chamou muito a minha atenção por isso a vou usar para postar uma foto qua me chegou do Bembe.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

São demais estes dois poemas.
Nos dá a sensação de que o tempo passou sim,
mas as imagens daqueles lugares estão sempre presentes em nossa memória, e sempre muito bonitos.
Obrigado amigo, por partilhar connosco todo o seu sentimento em forma de
poema.
Fique bem
bjs

.

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
António Aguiar
Novato
Novato
avatar

Pais Residente :
Localização : Portugal e EUA (Estado da Florida)
Data de inscrição : 01/04/2009
Masculino
Número de Mensagens : 17
Idade : 76
Humor : Normal

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Seg Ago 30, 2010 11:39 pm

Amiga Genny

Muito obrigado pelas suas palavras tão generosas. Escrever poesia cria em mim uma alma nova. Assim envio-lhe um pequeno poema a que chamo "Porque Gosto da Poesia"
Esero que goste.
Bjs

PORQUE GOSTO DE POESIA!


A poesia faz-me sorrir quando é alegre
E faz-me chorar quando é triste
A poesia reacende uma luz na memória
Que iluminará o passado que ainda existe.

A poesia leva-me a viajar no tempo,
A navegar nos mares da ilusão
E se naufragar na ilha da saudade
Recordarei o passado com emoção

A poesia traz-me de regresso ao mundo
Onde certos ideais se haviam perdido
E no grande deserto dos pensamentos
Encontro algo que tinha esquecido.

A poesia é como um tónico para a alma,
Fortalece o coração e quebra a timidez
E como dizem que recordar é viver
Ao viajar no tempo vivo outra vez.


António de Aguiar
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.tonyaguiar.blogs.sapo.pt
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 59
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qui Set 02, 2010 1:58 pm

Da. Genny:

A senhora tem toda a razão quando fala dos poemas do António Aguiar; ele vai buscá-los lá no fundo do coração.

Bjs,

Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Ter Out 26, 2010 10:53 pm

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

LUANDA

Sinto saudades de Luanda
Da Cidade Alta e da Samba
Da Ilha com os seus coqueiros
Dos machibombos na Mutamba.

Do novo bairro de Alvalade,
Da Escola de Equitação
De onde jovens sonhadores
Saíam cavalgando com paixão.

Da avenida dos Combatentes
Com prédios modernos, a crescer,
Passeios amplos com esplanadas
Onde um bom café se podia beber.

Do Mercado do Quinaxixe
Moderno e muito eficiente
Com uma variedade de produtos
Para satisfazer o mais exigente.

A exótica avenida Marginal,
A Praia do Bispo e os pescadores
Que vestindo tangas curtas
Dançavam ao ritmo de tambores.

Os pregões das quintandeiras
Que de ceira à cabeça andavam
De porta em porta vendendo
O que nossas mães necessitavam.

Saudade dos batuques á noitinha
Com o seu ritmo vibrante.
E assistir a uma rebita
Era coisa emocionante.

O sinaleiro de farda branca
Do cimo da pianha controlava
Aquele trânsito sem fim
Que ao cruzamento chegava.

O maravilhoso pôr do sol
Visto do morro da Fortaleza
Uma aguarela exuberante
Mas de inolvidável beleza

Com uma vista deslumbrante
O cine esplanada Miramar
Único do género em África
Obra digna de se admirar.

Paraíso esquecido era o Mussulo:
Areias douradas, coqueiros gigantes,
Pequenas enseadas protegiam
A natureza e os seus amantes.

De vez em quanto por certo
Uma paragem no Baleizão
O melhor lugar da baixa
Para gelados e pregos no pão.

No Escondidinho da Conduta
O frango na púcara era famoso
Servido com cerveja gelada
Um pitéu deveras saboroso.

Passear até ao Cacuaco
Era algo que sabia bem
Comer muamba de galinha
Com fuba, quiabos e denden

Na Quinta da Rosalinda
Com amigos a celebrar
O nascer de um novo ano
Que saudades ao recordar.

Morro dos Veados e Corimba
Praias de finas e quentes areias
Mergulhar naquelas águas
Era a melhor das odisseias.

No fundo do mar entre as rochas
As águas eram transparentes.
Até as plantas se curvavam
Para saudar os adolescentes.

Do Laboratório de Engenharia
Também me quero recordar
Daquela boa camaradagem
Sempre disposta a ajudar.

Para uma cidade centenária como tu
Um quarto de século não tem significado,
Mas para mim Luanda, que te perdi,
A tua imagem viverá no meu passado.


António de Aguiar
1974

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
mariajoaomarques
Membros Ativos
Membros Ativos
avatar

Localização : Portugal
Data de inscrição : 28/09/2007
Feminino
Número de Mensagens : 4884
Idade : 75
Humor : Alegre

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Ter Out 26, 2010 11:02 pm

Amigo Aguiar.

Ausente durante um tempo hoje estou aqui para comentar os poemas que colocou.
É o que o Alexandre diz...eles veem do fundo do coração.A poesia faz fortalecer o coração, é um tónico.




A poesia é como um tónico para a alma,
Fortalece o coração e quebra a timidez
E como dizem que recordar é viver
Ao viajar no tempo vivo outra vez.


espero que continue bem.
bjs

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alexandre Santos
Membros Ativos
Membros Ativos


Pais Residente :
Localização : Brasil
Data de inscrição : 13/03/2008
Masculino
Número de Mensagens : 4316
Idade : 59
Humor : up

MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   Qui Out 28, 2010 1:39 am

Da. Genny:

O António Aguiar, no último poema, diz que tem saudades de Luanda; eu hoje acordei com saudades de Angola. Passei o dia aqui a trabalhar e a ouvir música angolana.

Bjs,

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Poemas Antonio Ausgusto Aguiar   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Poemas Antonio Ausgusto Aguiar
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» ME PRESENTO
» Docas de Lisboa ás quintas-feiras

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Angola-África :: POETAS :: Poesias e Poemas :: O Lado Poético Membros-
Ir para: